quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Serra e deputados receberam doações de consórcio

Segundo dados do TSE, Serra recebeu mais de 1 milhão de reais de empresas responsáveis pela construção das obras do Rodoanel

A OAS Engenharia e a Carioca compõem com a Mendes Jr. o consórcio responsável pelo lote onde houve o acidente do Rodoanel – obra que está sendo construída em torno da região metropolitana de São Paulo. Na sexta-feira (13), vigas caíram em Embu (Grande São Paulo) ferindo três pessoas. A OAS Engenharia e a Carioca também ajudaram a eleger em 2006 o governador José Serra (PSDB) e outros onze deputados estaduais.

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Serra recebeu R$ 1 milhão da construtora OAS e outros R$ 100 mil da Carioca. Entre os deputados, cinco são do PSDB, que receberam juntos R$ 360 mil das duas construtoras. Outros quatro são do PT, que ficaram com R$ 280 mil. Os deputados Milton Leite Filho (DEM) e Jorge Caruso (PMDB) completam a lista de políticos ajudados pelas empresas.

Após o acidente, deputados petistas querem aprovar uma CPI do Rodoanel na Assembleia Legislativa. O objetivo é apurar a responsabilidade das empreiteiras no acidente. Já o governador Serra disse que o consórcio responsável pelas obras terá de indenizar as três vítimas feridas se for comprovada falha.

A OAS participa da construção da Linha 4-amarela do metrô, onde a futura estação Pinheiros desabou em 2007, deixando sete mortos.


Um comentário:

Anônimo disse...

Serra 2010???
será que o Brasil vai aguentar mais esse golpe?
será que nosso povo, se esqueceu do governo do FHC ?
quanta corrupção, Vale, Petrobrás e quantas privatizações em SP...

Marcos Bebedouro SP