domingo, 20 de setembro de 2009

Os coronéis se articulam para concorrer a deputado estadual em 2010

O meio político de Bebedouro começa a se movimentar visando às eleições de 2010. Candidaturas estão sendo estimuladas e políticos começam a trocar de partidos. As trocas desses políticos como sempre visam só à eleição, sem projeto para a cidade.

Na semana passada, o prefeito de São Paulo passou pela região e convidou vários políticos a serem candidatos a deputado estadual pelo partido Democratas. entre eles o advogado de Bebedouro, depois de perder a eleição para o então prefeito, esta disposto a se candidatar a deputado estadual.

No final da tarde de quinta-feira (27), o PMDB de Bebedouro perdeu o principal nome do partido, o ex-prefeito Hélio de Almeida Bastos. Numa reunião, o ex-prefeito Hélio Bastos entregou a Ângelo Daólio, presidente do diretório municipal do partido, a sua carta de desfiliação. Encerrava ali uma trajetória de muitos anos e que permitiu, por dois mandatos, que o PMDB tivesse à frente do Executivo, com certeza durante estes longos anos a população de Bebedouro não tem nada o que comemorar.

Nos bastidores políticos a decisão já era esperada, principalmente depois do assédio do PDT ao ex-prefeito para que o mesmo aceitasse uma candidatura a deputado estadual fazendo uma dobradinha com o deputado federal Paulinho da Força. (Segundo o Ministério Público Federal em São Paulo as denúncias, sobre desvios na aplicação de recursos do BNDES, Segundo o MPF, no curso das interceptações telefônicas surgiram entre os investigados, conversas sobre financiamentos públicos, reuniões com políticos e pagamentos de comissões. O Ministério Público afirma que conseguiu comprovar desvio de dinheiro proveniente de três financiamentos feitos pelo BNDES, um no valor de R$ 130 milhões para obras da prefeitura de Praia Grande (litoral sul de São Paulo) e dois para a expansão e melhorias na rede de lojas Marisa, totalizando R$ 220 milhões. Nesses três contratos, de acordo com a apuração do MP, o desvio foi de mais de R$ 3 milhões). Na reunião foi garantido apoio total à sua candidatura, inclusive com todas as despesas da campanha por conta do partido, ou do Paulinho vai saber.

A entrada de Hélio Bastos no PDT indica que a campanha de 2010 será bastante disputada em Bebedouro, pois pelo menos 3 nomes já se colocam como candidatos a deputado estadual. Bebedouro na sua história só teve um deputado estadual. Mais uma vez podemos perceber que na cidade dos coronéis, a disputa entre os poderosos vai ser bem deputada, e como sempre o povo desenformado vai apoiar aquele que melhor servir com cestas básicas ou mesmo alguns tijolos então esperamos vocês até a eleição burguesa de 2010.

Um comentário:

Anônimo disse...

bebedouro cidade coração...rssss só em bebedouro mesmo hem, concordo com o texto, e esse PDT hem o que virou?!